(SÉRIE) MAID - Netflix

outubro 13, 2021

Olá Pessoal! Tudo bem?

 

Quanto tempo eu não venho falar de uma serie boa né? Eu acho que a última vez que eu fiquei grudada em uma série foi no ano passado com a série Manifest.


Maid, Conta a história de Alex (
Margaret Qualley) uma jovem mãe, que tenta construir sua vida longe do Namorado abusivo, Sean, (Nick Robinson), para sustentar sua filha, ela enfrenta o desafio de trabalhar como faxineira. Para construir um futuro para as duas. Mas acaba enfrentando muito mais.

 




Opinião.

Eu conheci a série através de um post no Instagram, onde falava sobre a série, e eu achei muito interessante. Então fui assistir, e já não conseguir parar mais. MAID, nos mostra uma realidade, que muitas vezes fingimos que não vemos.

Alex é uma jovem mãe, que passa por situações de abuso psicológico com o Namorado, pai da sua filha, Sean, após uma noite de briga onde Sean, chega bêbado em casa, e quase agride Alex, ela decide fugir com a filha para um lugar seguro e longe, porém ela não tem dinheiro, e muito menos pode contar com a ajuda da família. Assim ela se ver obrigada a ir atrás do sistema de proteção e ajuda do governo. Quando a assistente pergunta a Alex se ela fez um boletim de ocorrência, ela existe em dizer que o namorado não é um agressor e que ela não sofreu nenhum abuso.



Aí chegamos em um ponto importante da série.

Quantas mulheres não demora para reconhecer que sofre sim um abuso? E que muitas vezes continuam com a relação. ‘’Mas é o jeito dele’’, ‘’Mas ele é um ótimo pai’’, ‘’Mas ele só faz isso quando bebe’’.  Enfim, vários motivos, Na série isso é mostrado em vários episódio, tanto com Alex, quanto com as outras personagens que vão surgir na história com diferenças de classe, e idade.

A série aborda também, outros assuntos, uma delas é Ataque de pânico, causada por traumas, vícios, e também a Bipolaridade. MAID, nós traz uma visão ampla de tudo que acontece, muita das vezes romantizada. Em alguns momentos eu me peguei torcendo por Alex e Sean, Sim! Loucura né. Mas infelizmente é assim que a nossa sociedade vive.

Mas por sorte e consciência pesada, eu torcia e vibrei por Alex e Maddy, torci para que as duas fossem felizes sozinhas, só mãe e filha, uma completando a outra. Sabe aquela famosa frase, que tudo acaba bem? Eu acho que em MAID, isso não acontece, se você realmente prestar atenção na história dos personagens completos, você ver que nem todos teve um desfecho bom, mas eu tenho certeza que isso é de proposito, para não colocar na mente do telespectador que tudo vai ficar bem, mas que sim muita das vezes a vida não tem seu feliz para sempre.

 

Eu amei cada segunda assistindo a série, fiquei muito tocada, emocionada e com o coração na mão. Fiquei refletindo muito sobre tudo. Quantas mulheres que passam por isso? E até quando vão passar? Eu tenho certeza que assim como eu você conhece uma mulher nessa situação.

 

MAID, é uma Minissérie  original da Netflix, tem 10 episódio, e é baseado no livro Hard Work, Low Pay and a Mother’s Will to Survive” (Faxineira: Trabalho Duro, Salário Baixo e a Vontade de uma Mãe para Sobreviver), best-seller autobiográfico de Stephanie Land.

Para denunciar casos de violência doméstica, ligue 180.



You Might Also Like

0 comments